Limpeza industrial a seco

Como remover resíduos de poeira misturada a óleos e graxas em equipamentos e estruturas industriais sem o uso de detergentes alcalinos ou aplicação de água?

A solução é o uso de solventes dispersantes na forma de gel, não inflamável, solúvel em água, biodegradável e atóxico, classificado pela ANVISA com Grau de Risco I, a de maior segurança operacional aceita pela agência.

A aplicação de uma fina camada de alguns milímetros de gel seguida de remoção com material absorvente (pano, estopa ou papel) promove a remoção total da sujidade de estruturas tubulares ou cascos de motores com rapidez e total segurança.

Limpeza de estrutura tubular a sêcoE o que fazer com o material removido?

Por formar compostos totalmente laváveis e produzirem somente resíduos solúveis em água, sem fase oleosa, os materiais absorventes podem simplesmente serem reciclados inúmeras vezes, reduzindo assim o volume de material sólido ou líquido descartado.

 

Acaba, assim, a interminável sequência de retrabalho de pintura de estruturas tubulares como corrimãos, de difícil limpeza quando usados processos aquosos que não permitem o acesso a toda a superfície e por isso não preparam os tubos para receber uma boa pintura.

Limpeza pesada a seco

About Renato Araujo Silva

Renato Araujo Silva é Engenheiro Químico e Engenheiro de Segurança, Pós-graduado em Gestão e Marketing Industrial.
Empresário e Consultor em tratamento de águas, corrosão, limpeza industrial pesada e otimização de processos.
Professor na Pós Graduação Lato Sensu.

Category(s): Artigos Técnicos
Tags: ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *